Citar

Ainda preciso muito me entender…

Triste quando expresso em palavras mas não tão triste quando fiz o que fiz…

Tem momentos que me permito ser um babaca apenas na intenção de tentar me entender por meus próprios sentimentos.

Gostaria de entender se é dor, sofrimento, arrependimento, angústia… Seja lá o que for… Só queria me entender!

Eu sei que não sou um babaca por natureza, digo apenas que em alguns momentos eu já me comportei assim e raramente me comporto de tal maneira.

Será que é triste magoar alguém que nem sabe e talvez nunca saberá do que você fez?

Acredito que enquanto a verdade não vem a tona, somente você mesmo pode se punir ou culpar com seus pensamentos no seu questionar…

Me sinto um desumano ao expressar isso! Mas não há sentimentos de dor ou arrependimento sobre o que fiz. A única coisa que sinto é um profundo entendimento sobre minhas ações misturado com uma sensação de neutralidade.

Como eu disse no início… É triste! Mas a vida é assim!

Pelo menos tenho a certeza que sou capaz de compensar em muito sobre felicidade se comparado aos meus erros.

Talvez esta minha convicção adjacente me dê a sensação de neutralidade…

Ainda preciso muito me entender…

Citar

Mas e daí?

E estas respostas que bagunçam o meu coração?

E estas perguntas que confundem a minha vida por inteira?

E? e se? e porque?

Melhor parar de perguntas sem respostas e respostas sem perguntas.

Quando o coração está confuso a mente e o corpo enlouquece. Saímos fora de si e perdemos o rumo!

Mas e daí?

Citar

Onde está a realidade das coisas?

Forte ralidade que sinto com meus limitados sentidos. Talvez a realidade de tudo isso que percebermos seja apenas uma mínima fração do todo!

A minha ansiedade me faz desejar mais, mais do que posso ver, sentir, ouvir, cheirar ou degustar. Quero experimentar algo que vá além destes meus simples cinco sentidos. Gostaria de realmente ver a verdadeira face da realidade.

Talvez o segredo de tudo isso não esteja na vida, mas sim na morte que tanto medo tendemos a sentir.

Citar

Qual o sentido da vida?

Pra que nasci? por que existo? qual o sentido da vida?

Cara! Não sou dono da razão mas posso tentar dar a minha versão de uma simplória visão.

1 – Pra que nasci?

Cara, a natureza quis assim! Se nasceu, logo tu existe, se existe, viva a porra da vida! Vou falar logo sobre isso rsrs.

2- Por que existo?

Acredito que quando se existi, existem dois caminhos naturais pelo nosso entendimento humano das coisas. Primeiro: Se você não tem consciência de sua própria existência provavelmente vai viver uma vida pelos extintos. Do contrário, terá inúmeros valores e conceitos para aplicar sentido a sua vida! Portanto, creio que o sentido de existir não exista em sua exatidão. Penso que seja apenas um conceito relativo a cada pessoa que vive a sua própria vida.

Resumindo a grosso modo, cada um intimamente da sentido a sua própria existência. Não há uma regra geral para definir isso!

Qual o sentido da vida?

Pense bem no que poderia ser realmente o significado definitivo do sentido da vida?

Pois bem, sabemos que a vida é vivida intimamente por cada um de nós. A vida que eu vivo não é a mesma vida que você vive. Por mais que tivéssemos nascido na mesma cidade, escola e família, cada pessoa tem sua vida diferente.

Portanto acredito que esta diferença dá significado ao sentido da vida de cada um. Alguns buscam sentido em ser uma pessoa famosa, outros buscam sentido em ajudar pessoas , outros buscam sentido em seguir as regras de deus e outras demais pessoas buscam sentido numa infinidade de coisas.

A grande questão disso tudo é que o próprio sentido dado é algo totalmente humano baseado nos gostos de cada um. Portanto penso que o verdadeiro sentido da vida seja viver a vida do jeito que você julgue melhor. Sem se preocupar com costumes previamente já definidos. Seja apenas o que você se sente a vontade em ser para viver o que está por vir.