Esperança

Esperanças que se dão aos velhos sentimentos, esperanças que se dão aos novos sentimentos, esperanças, esperanças, esperanças…

Ele parece um lunático afogado em confusões sentimentais. Os sentimentos o confunde, o enlouquece, trasnforma o que é ordem e controle num limbo de caos e desespero!

Mas como dito no início, ele ainda tem esperanças… Ele acredita que estas mesmas esperanças que tanto o assombram, um dia se transforme na solução dos seus problemas.

Pobre rapaz cego em sua lunática inocência.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.